Conab disponibilizará sistema eletrônico para leiloar café conilon

VALOR ECONÔMICO, por Cristiano Zaia — Após pedido da indústria, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) decidiu disponibilizar seu sistema eletrônico de comercialização de grãos e mercadorias para viabilizar leilões de compra e venda de café conilon. O processo será totalmente privado, não envolvendo portanto estoques públicos da autarquia, que pode lançar o leilão já na próxima semana.

O diretor do Departamento de Café, Açúcar e Agroenergia do Ministério da Agricultura, Sílvio Farnese, explicou que a medida é uma alternativa ao impasse que vem se arrastando há três meses em torno da necessidade ou não de importação de café verde do Vietnã.

Enquanto as indústrias de café solúvel e torrado e moído alegam escassez de conilon o no mercado e defendem a importação de café robusta, cafeicultores, entidades de produtores e as bancadas mineira e capixaba no Congresso afirmam que há produto suficiente no mercado.

O pedido das indústrias para utilizar o sistema da Conab foi feito em reuniões esta semana com o ministro Marcos Pereira, do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Na ocasião, mesmo com o processo de importação de café suspenso pelo presidente Michel Temer, as indústrias também solicitaram ao ministro a liberação de licenças de importação de até 500 mil sacas de robusta do Vietnã após várias reuniões esta semana.

“Como ainda continua esse imbróglio, se tem ou não tem café, importa ou não importa, as indústrias propuseram um leilão com abertura nacional para comprarem café”, disse Farnese. “Isso vai dar um sinal efetivo se há ou não oferta suficiente de café conilon no mercado. Mas é preciso que haja vendedor, senão não tem negócio”, acrescentou.

Segundo ele, representantes de cafeicultores capixabas chegaram a dizer nesta semana, em reuniões no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), que os produtores da região garantem a venda de 1 milhão de sacas, ao preço que a indústria importaria do Vietnã, algo em torno de US$ 134/saca de 60 quilos de café robusta — cerca de R$ 425 a saca.

Foto: reprodução Facebook

Outras notícias

Café solúvel: Abics manifesta repúdio e indignação com MP nº 1.227​

7 de junho de 2024

Associação Brasileira da Indústria de Café Solúvel — Abics Manifestação de repúdio e indignação com a MP nº 1.227 A Associação Brasileira da ...

Consumo de café solúvel cresce 5,3% no trimestre, para 5.235 toneladas

16 de abril de 2024

Setor vem em expansão desde 2016; avanço reflete investimentos em qualidade, diversidade, formação e capacitação de ‘IC Graders’ O consumo de ca...

Consumo de café solúvel cresce 5,2% em 2023 no Brasil, para o recorde de 24,2 mil t

25 de janeiro de 2024

Esse é o oitavo ano consecutivo em que o consumo avança no país; exportação do segmento teve evolução mais discreta, de 0,4%, chegando a 86,5 mil t...

Abics forma primeiros profissionais para avaliação sensorial do café solúvel

15 de junho de 2023

Associação realizou curso de capacitação de IC Graders, que formou provadores com base na metodologia global de análise sensorial do produto desenv...
plugins premium WordPress