Café solúvel: Abics avança na busca por padronização da avaliação sensorial

A busca pela padronização de uma metodologia global de avaliação sensorial para o café solúvel teve sua última etapa de 2019 na quinta-feira, 31 de outubro. A Associação Brasileira da Indústria de Café Solúvel (Abics), em parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic) e apoio do Sindicato da Indústria de Café do Estado de São Paulo, realizou o “5º Cupping de Café Solúvel”, no Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), em Campinas (SP).

Essa inédita iniciativa é voltada para a qualificação do segmento e à ampliação de mercado interno e internacional. Os trabalhos e dinâmicas são coordenados pela cafeóloga e especialista em avaliação sensorial Eliana Relvas, consultora da Abics.

Segundo o diretor de Relações Institucionais da entidade, Aguinaldo Lima, os cinco cuppings foram realizados com a intenção de alcançar um maior conhecimento dos atributos dos mais diversos tipos de café solúvel elaborados com processos e blends diferentes.

“Existe uma classificação ampla de categorias de qualidade, método de preparo e atributos discutidas profundamente para os cafés torrados e moídos, assim como para os verdes. Considerando o aumento do consumo no Brasil, o conhecimento sobre o solúvel se torna uma necessidade para o crescimento do setor e a Abics tem investido nesse sentido”, comenta.

Lima informa que a conclusão dos trabalhos de elaboração de uma inédita e comum metodologia de análise sensorial para o café solúvel gerará referências até então existentes, porém não padronizadas. “Exatamente por isso, pelo ineditismo, é que estamos denominando de metodologia global. Dessa forma, teremos condições de avaliar com excelência os diversos tipos de cafés solúveis do Brasil e do mundo, aperfeiçoando o produto na conquista de mais consumidores”, conclui o diretor da Abics.

Além de Eliana Relvas na coordenação, a equipe de trabalho foi composta por especialistas das empresas Café Campinho, 3 Corações, Nestlé, Native, Suplicy Cafés Especiais, JDE, Cia. Cacique, Mellita, Cia. Iguaçu, Cocam e Tecla e do Ital, da Emater-RO, da Abic e do Centro de Preparação de Café do Sindicafé-SP.

Mais informações para a imprensa

P1 Comunicação

Paulo André C. Kawasaki

(61) 98114-6632 / pauloandre@agenciap1.com.br

Outras notícias

Café solúvel: Abics manifesta repúdio e indignação com MP nº 1.227​

7 de junho de 2024

Associação Brasileira da Indústria de Café Solúvel — Abics Manifestação de repúdio e indignação com a MP nº 1.227 A Associação Brasileira da ...

Consumo de café solúvel cresce 5,3% no trimestre, para 5.235 toneladas

16 de abril de 2024

Setor vem em expansão desde 2016; avanço reflete investimentos em qualidade, diversidade, formação e capacitação de ‘IC Graders’ O consumo de ca...

Consumo de café solúvel cresce 5,2% em 2023 no Brasil, para o recorde de 24,2 mil t

25 de janeiro de 2024

Esse é o oitavo ano consecutivo em que o consumo avança no país; exportação do segmento teve evolução mais discreta, de 0,4%, chegando a 86,5 mil t...

Abics forma primeiros profissionais para avaliação sensorial do café solúvel

15 de junho de 2023

Associação realizou curso de capacitação de IC Graders, que formou provadores com base na metodologia global de análise sensorial do produto desenv...
plugins premium WordPress